Home > Biografias > Biografia de Chico Xavier – Vida e Obra

Biografia de Chico Xavier – Vida e Obra

Existem muitas coisas que a ciência não explica, muita coisa difícil de entender e de acreditar. Se alguém tivesse que sintetizar todo esse mistério em uma pessoa, essa pessoa seria Chico Xavier.

Francisco de Paula Cândido Xavier nasceu em Pedro Leopoldo (Minas Gerais) no dia 02 de abril de 1910, filho de João Cândido Xavier, um vendedor de bilhetes de loteria, e de Maria João de Deus, uma dona de casa amorosa com todos os seus filhos. Católico fervoroso, Chico rezava com devoção e era incapaz de fazer uma desobediência ou falar uma palavra obscena que fosse; ainda assim, antes dos cinco anos o menino já manifestava sua mediunidade e dizia ver e conversar com espíritos – mas só nessa idade, depois da morte da mãe, é que ele percebeu com clareza seu dom e passou a sentir menos medo das almas do Além.

O mito, o mistério, o homem e o santo

Após a morte de sua esposa em 29 de setembro de 1915, João, sem ter como sustentar seus nove filhos, os distribuiu entre os parentes. Chico foi para a casa da madrinha Rita de Cássia, uma mulher que se mostrou extremamente má. A mulher o vestia de menina, o batia três vezes por dia com varas marmelo e chegou até a cravar garfos de cozinha em seu ventre, proibindo-lhe que os tirasse. Foi nessa época, no quintal de casa, que Chico começou a ver sua mãe, que pedia para que ele tivesse “paciência, resignação e fé em Jesus”. Rita tinha outro filho adotivo, Moacir, que possuía uma ferida que parecia ser incurável na perna. Seguindo uma simpatia dada por uma benzedeira, Rita colocou Chico para lamber a ferida do menino por três sextas-feiras em jejum. O espírito de Maria recomendou-lhe que “lambesse com paciência“ e lhe disse que aquilo não curaria, mas poderia diminuir a ira da madrinha; os espíritos se encarregariam de curar a ferida. De fato, ao ver que a ferida estava se curando, a madrinha melhorou o tratamento dado à Francisco.

Em 1917, quando seu pai se casou de novo, a nova madrasta, Cidália Batista, decidiu reunir todos os nove filhos (o casal ainda teria mais seis filhos). Foi nessa época que Chico entrou na escola pública e o espírito de sua mãe parou de manifestar-se. Começou a vender os legumes da horta de casa para ajudar com as despesas, e seu dom lhe causava muitos problemas, sobretudo na escola e na igreja.Em 1922 ocorreu um episódio célebre na vida escolar de Chico Xavier: uma redação sua ganhou menção honrosa em um concurso escolar comemorando o centenário da Independência do Brasil. Acusado de plágio (acusação essa que sofreu a vida toda), Chico alegou que um espírito havia lhe ditado a redação. Desafiado a provar seus dons, aceitou escrever – com a ajuda dos espíritos – sobre um assunto aleatório dado pela professora (o assunto foi um grão de areia), redação que realizou com êxito. O pai se assustava com a mediunidade do filho, pensando em interná-lo e até mesmo cogitando que aquele não era seu filho, que o haviam trocado. O padre Scarzelli, entretanto, disse que aquilo não passava de fantasias da infância e recomendou que ele trabalhasse para ocupar a mente e tirar aquelas ideias sobre espíritos. Assim, aos 8 anos Francisco começou a trabalhar como operário em uma fábrica de tecidos, de 15h às 2h, o que lhe causou uma doença nos pulmões que o prejudicou por toda sua vida.

Chico Xavier - Biografia
Chico Xavier – Biografia

Em 1924 terminou o primário e parou de estudar. Em 1927, aos 17 anos de idade, presenciou uma crise de insanidade de uma das suas irmãs, que disseram ser causada por uma obsessão espiritual. Começou então a estudar o espiritismo e em maio, por uma mensagem enviada por sua mãe, começou a ler as obras de Allan Kardec, grande líder espiritual que serviria de guia para as ações e deveres de Chico Xavier. Em junho do mesmo ano fundou o “Centro Espírita Luiz Gonzaga” e no dia 8 de julho iniciou seus trabalhos públicos de psicografia.

Em 1931, ao iniciar seu primeiro livro psicografado – “Parnaso do Além-Túmulo“ –, conheceu Emmanuel, um espírito que virou seu mentor. Emmanuel era extremamente severo e deu ao médium a missãode psicografar 30 livros(terminada a missão Emmanuel deu mais 30 livros, depois mais 100, depois disse ao médium que ele deveria trabalhar sua vida toda psicografando livros do Além, sob pena de ter sua vida encerrada caso se negasse; em sua vida, Chico Xavier psicografou 468 obras, entre romances, poesias, contos e crônicas, história geral e do Brasil, ciência, religião, filosofia, literatura infantil e cartas à pessoas comuns, sendo o escritor mais lido da América Latina); para isso, além da total confiança nos ensinamentos de Jesus Cristo e de Allan Kardec, Chico precisava seguir três pontos básicos para completar o serviço: “Disciplina, disciplina e disciplina“.

“Parnaso do Além-Túmulo“, uma coletânea de poesias ditadas por 56 espíritos de poetas brasileiros e portugueses, dentre eles Augusto dos Anjos, Olavo Bilac e João de Deus, foi publicado pela Federação Espírita Brasileira (FEB) em 1932 e ganhou enorme atenção em todo o país – pessoas comuns, imprensa, crítica, todas as opiniões eram divididas entre os que acreditavam na mediunidade de Chico e os que alegavam não passar de uma farsa. O interesse foi ainda maior quando descobriram que a obra havia sido escrita por um homem simples, do interior de Minas, que mal havia completado o primário. Os direitos autorais da obra, assim como de todas as suas obras, foram concedidos à FEB – Chico nunca aceitou nenhum dinheiro por suas obras psicografadas, alegando que não havia escrito nada daquilo, mas sim os espíritos a quem ele sempre deu os devidos créditos; da mesma forma, não aceitava qualquer dinheiro ou honrarias que lhe fossem dadas.

Chico sofria perseguições vindas dos dois mundos: no mundo dos vivos, sofria com as críticas e com os processos por plágio e falsa ideologia; no mundo dos mortos, sofria com as tentações e com as energias negativas mandadas por espíritos inimigos. Chegou a suplicar ajuda a Emmanuel, que em sua severidade se negava a estender a mão e o dizia que, se sofresse de qualquer enfermidade (como foi o caso quando Chico descobriu sofrer de uma catarata progressiva), que procurasse a cura no mundo dos vivos. Uma das experiências mais devastadoras para Chico foi em 1958, quando seu sobrinho Amauri Pena anunciou ser um falso médium, afirmação essa que estendeu a seu tio. Chico negou ter qualquer proximidade com o sobrinho que, mergulhado no alcoolismo e no remorso pelas acusações que fez ao tio, acabou sendo internado em uma clínica em São Paulo, onde faleceu pouco tempo depois.

Em 1959 Chico Xavier se mudou para Uberaba (onde viveu até sua morte). Quando morava em Pedro Leopoldo, viu a pequena cidade se tornar um centro de peregrinação, onde milhares de pessoas chegavam de todas as partes do Brasil para encherem o pequeno barracão onde funcionava o Centro Luiz Gonzaga; agora, via o mesmo acontecer em sua nova cidade. Lá ele funda o centro “Comunhão Espírita Cristã“ e tornam-se ainda mais populares as cartas de espíritos aos seus entes queridos. Em maio de 1965, Chico viaja para Washington para divulgar o espiritismo; lá estudou inglês e ajudado por amigos escreveu o livro “The World Of The Spirits“.

As cartas psicografadas por Chico Xavier eram um mistério ainda maior. Na maioria dos casos a letra e a assinatura eram, senão idênticas, muito parecidas com as da pessoa falecida. Exames de caligrafia utilizados em tribunais eram feitos constantemente e em todos os casos os exames autenticavam a carta – fora seu conteúdo, extremamente pessoal, que não havia possibilidade do médium ter qualquer conhecimento prévio do assunto. Em pelo menos 3 casos as cartas foram usadas em tribunais e em uma dessas vezes, em um julgamento em Goiânia, o réu foi inocentado, depois que seu amigo falecido esclareceu através da carta que sua morte não passou de um acidente.

Na década de 1970 Chico Xavier era uma enorme celebridade, aparecendo em diversos programas de televisão. Sua aparição no “Pinga-Fogo“, famoso programa exibido pela TV Tupi em 1971, obteve o maior índice de audiência da história da TV brasileira. Em 1975 saiu do “Comunhão Espírita Cristã” e fundou um novo centro em Uberaba, o “Casa da Prece“, onde passou a trabalhar. Até 1980 já haviam aproximadamente 2 mil instituições de caridade fundadas, ajudadas ou mantidas graças aos direitos autorais de suas obras psicografadas ou às dezenas de campanhas beneficentes promovidas por ele. Em 1981 concorreu ao Prêmio Nobel da Paz, perdendo para uma instituição da ONU que abrigava refugiados. Com a indicação, Chico Xavier ficou conhecido por todo o mundo, suas obras foram traduzidas para o aramaico, italiano, francês, braile, entre outras e, na década de 90, estima-se que 50 milhões de livros sobre espiritismo circulavam pelo Brasil – sendo 15 milhões atribuídos ao médium.

Em 30 de junho de 2002, Chico Xavier faleceu decorrente de uma parada cardiorrespiratória. Chico disse à amigos que queria desencarnar em uma dia que o Brasil estivesse em festa, para que sua morte não causasse nenhuma tristeza; naquele dia o país comemorava a conquista do Penta. Imagens da hora da sua morte vista do lado de fora do hospital mostram uma estranha luz passando pela janela; os especialistas afirmam não se passar de uma refração da luz, mas para todos os que conheciam e apreciavam o médium, aquele momento ficou marcado como o momento em que todos presenciaram a passagem de Francisco Cândido para um mundo que ele via e entendia como ninguém. O governo de Minas decretou luto oficial por três dias; 120 mil pessoas compareceram ao seu velório e 30 mil pessoas acompanharam a pé os 5 km do cortejo até o Cemitério São João Batista, em Uberaba. 3 mil rosas em pétalas foram lançadas por um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal quando o caixão chegou ao cemitério.

Chico Xavier foi um exemplo de bondade e de desapego extremos, só comparado à santos. De uma humildade quase constrangedora, se negava a receber qualquer coisa por suas obras, não rebatia nenhuma ofensa e nenhuma crítica; sentia as dores dos que o queriam ver mal com seu coração aberto. Apesar do trabalho exaustivo, se sentia um homem verdadeiramente feliz por ser agraciado com seu dom. Ao completar 40 anos de mediunidade afirmou que nesses 40 anos só encontrou “alegrias, benefícios, felicidade, esperanças, otimismo e encorajamento da parte de todos aqueles que o Senhor me concedeu”.

Pensamentos e Frases de Chico Xavier


Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Quando alguém lhe magoar ou ofender não retruque, não responda da mesma forma. Apenas sinta compaixão daquele que precisa humilhar, ofender e magoar para sentir-se forte. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar! (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor… Magoar alguém é terrível! (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Se o momento é de crise, não te perturbes, segue… Serve e ora, esperando que suceda o melhor. Queixas, gritos e mágoas são golpes em ti mesmo. Silencia e abençoa, a verdade tem voz. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

As pessoas esquecerão o que você disse, as pessoas esquecerão o que você fez… Mas elas nunca esquecerão…Como você as fez sentir. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Tudo que é seu encontrará uma maneira de chegar até você. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Não sobrecarregues os teus dias com preocupações desnecessárias, a fim de que não percas a oportunidade de viver com alegria. (Pensamentos e Frases de Chico Xavier)

Livros e Obras psicografadas por Chico Xavier

 

OBRAS DE CHICO XAVIER
PARNASO DE ALÉM TÚMULO LEIS DE AMOR BÊNÇÃOS DE AMOR
CARTAS DE UMA MORTA OPINIÃO ESPÍRITA TEMPO E NÓS
PALAVRAS DO INFINITO SEXO E DESTINO COMPAIXÃO
CRÔNICAS DE ALÉM-TÚMULO DESOBSESSÃO GOTAS DE PAZ
EMMANUEL CONTOS DESTA E DOUTRA VIDA MIGALHA
BRASIL, CORAÇÃO DO MUNDO, PÁTRIA… LIVRO DA ESPERANÇA A VOLTA
LIRA IMORTAL DICIONÁRIO DA ALMA AS PALAVRAS CANTAM
A CAMINHO DA LUZ TROVADORES DO ALÉM ESPERANÇA E LUZ
NOVAS MENSAGENS PALAVRAS DE VIDA ETERNA PREITO DE AMOR
HÁ DOIS MIL ANOS ESTUDE E VIVA ABENÇOA SEMPRE
CINQUENTA ANOS DEPOIS O ESPÍRITO DE CORNÉLIO PIRES PÁSSAROS HUMANOS
CARTAS DO EVANGELHO ENTRE IRMÃOS DE OUTRAS TERRAS VIVEREMOS SEMPRE
O CONSOLADOR CARTAS E CRÔNICAS DÁDIVAS ESPIRITUAIS
BOA NOVA ANTOLOGIA MEDIÚNICA DO NATAL UNIÃO EM JESUS
PAULO E ESTEVÃO CAMINHO ESPÍRITA MOMENTO
RENÚNCIA ENCONTRO MARCADO VIDA E CAMINHO
REPORTAGENS DE ALÉM -TÚMULO NO PORTAL DA LUZ ANTOLOGIA DA PAZ
CARTILHA DA NATUREZA TROVAS DO OUTRO MUNDO PINGO DE LUZ
NOSSO LAR E A VIDA CONTINUA RENASCIMENTO ESPIRITUAL
OS MENSAGEIROS LUZ NO LAR ANTOLOGIA DA CARIDADE
MISSIONÁRIOS DA LUZ À LUZ DA ORAÇÃO NOTAS DO MAIS ALÉM
COLETÂNEA DO ALÉM ORVALHO DE LUZ INDICAÇÕES DO CAMINHO
LÁZARO REDIVIVO PASSOS DA VIDA DEGRAUS DA VIDA
OBREIROS DA VIDA ETERNA ESTANTE DA VIDA ANTOLOGIA DO CAMINHO
O CAMINHO OCULTO ALMA E CORAÇÃO TOQUES DA VIDA
OS FILHOS DO GRANDE REI POETAS REDIVIVOS TROVAS DO CORAÇÃO
MENSAGEM DO PEQUENO MORTO IDÉIAS E ILUSTRAÇÕES SENDA PARA DEUS
HISTÓRIA DE MARICOTA PAZ E RENOVAÇÃO TRAÇOS DE CHICO XAVIER
JARDIM DA INFÂNCIA VIDA E SEXO PEDAÇOS DA VIDA
VOLTA BOCAGE MAIS LUZ CAMINHOS DA FÉ
NO MUNDO MAIOR CORREIO FRATERNO CAMINHOS DA VIDA
AGENDA CRISTÃ TROVAS DO MAIS ALÉM PÉTALAS DA VIDA
LUZ ACIMA BENÇÃO DE PAZ CAMINHO ILUMINADO
VOLTEI MÃE AGENDA DE LUZ
ALVORADA CRISTÃ ANTOLOGIA DA ESPIRITUALIDADE ESCADA DE LUZ
CAMINHO, VERDADE E VIDA RUMO CERTO CANTEIRO DE IDÉIAS
CORAGEM PINGA FOGO – PRIMEIRA ENTREVISTA TROVAS DA VIDA
SINAL VERDE RECANTO DE PAZ CIDADE NO ALÉM
ENTREVISTAS DEUS SEMPRE PERDÃO E VIDA
CHICO XAVIER – DOS HIPPIES AOS PROBLEMAS DO MUNDO SOMOS SEIS ANOTAÇÕES DA MEDIUNIDADE
ATRAVÉS DO TEMPO TINTINO… O ESPETÁCULO CONTINUA PLANTÃO DE RESPOSTAS – PINGA FOGO II
MÃOS UNIDAS AUTA DE SOUZA ELENCO DE FAMILIARES
TAÇA DE LUZ CRIANÇAS DO ALÉM ANTOLOGIA DA JUVENTUDE
CHICO XAVIER PEDE LICENÇA BAÚ DE CASOS ANTOLOGIA DA AMIZADE
MÃOS MARCADAS AMIZADE SÍNTESES DOUTRINÁRIAS
NATAL DE SABINA COMPANHEIRO ANTOLOGIA DA ESPERANÇA
ESCRÍNIO DE LUZ MARIA DOLORES DOUTRINA – ESCOLA
SEGUE-ME MOMENTOS DE OURO SAUDAÇÃO DO NATAL
ENCONTRO DE PAZ AMOR E LUZ PAZ E AMOR
NA ERA DO ESPÍRITO COISAS DESTE MUNDO ALMA DO POVO
ROSAS COM AMOR CHICO XAVIER EM GOIÂNIA PAZ E LIBERTAÇÃO
BEZERRA, CHICO E VOCÊ LUZ BENDITA NOVOS HORIZONTES
ASTRONAUTAS DO ALÉM AMOR SEM ADEUS OFERTA DE AMIGO
ENTRE DUAS VIDAS RECADOS DO ALÉM AMOR E VERDADE
RETRATOS DA VIDA ENXUGANDO LÁGRIMAS ALMA E LUZ
DIÁLOGO DOS VIVOS CORAÇÃO E VIDA EXCURSÃO DE PAZ
CALENDÁRIO ESPÍRITA CARIDADE HARMONIZAÇÃO
INSTRUMENTOS DO TEMPO ASSIM VENCERÁS VEREDA DE LUZ
RESPOSTAS DA VIDA FALOU E DISSE MORADIAS DE LUZ
JOVENS NO ALÉM SOMENTE AMOR ANTE O FUTURO
CONVERSA FIRME INSPIRAÇÃO CONTINUIDADE
A TERRA E O SEMEADOR TEMPO DE LUZ DÁDIVAS DE AMOR
CHÃO DE FLORES ENCONTROS NO TEMPO RECADOS DA VIDA MAIOR
CAMINHOS DE VOLTA MARCAS DO CAMINHO PALAVRAS DE CHICO XAVIER
O ESPERANTO COMO REVELAÇÃO JANELA PARA A VIDA TRILHA DE LUZ
BUSCA E ACHARÁS AMIGO MEDIUNIDADE E SINTONIA
AMANHECE CALMA LUZ E VIDA
RECANTO DE PAZ CLARAMENTE VIVOS A VERDADE RESPONDE
DEUS SEMPRE ANTOLOGIA DA CRIANÇA FULGOR NO ENTARDECER
SOMOS SEIS CEIFA DE LUZ AÇÃO, VIDA E LUZ
TINTINO… O ESPETÁCULO CONTINUA SINAIS DE RUMO ASSUNTOS DA VIDA E DA MORTE
AUTA DE SOUZA VIDA EM VIDA CARMELO GRISI, ELE MESMO
CRIANÇAS DO ALÉM GAVETA DE ESPERANÇA NOVO MUNDO
BAÚ DE CASOS ALGO MAIS LUZ NO CAMINHO
AMIZADE LIVRO DE RESPOSTAS PÉROLAS DE LUZ
URGÊNCIA SENTINELAS DA ALMA LEVANTAR E SEGUIR
IRMÃ VERA CRUZ PALAVRAS DO CORAÇÃO CENTELHAS
A VIDA CONTA ADEUS SOLIDÃO ESTAMOS VIVOS
MOMENTOS DE PAZ PRAÇA DA AMIZADE TESOURO DE ALEGRIA
PRONTO SOCORRO GABRIEL SEMENTE
DEUS AGUARDA ENTES QUERIDOS MENTORES E SEAREIROS
IRMÃO LEALDADE REVELAÇÃO
NOTÍCIAS DO ALÉM SEGUINDO JUNTOS O LIGEIRINHO
VIDA NO ALÉM ENDEREÇOS DA PAZ LAR – OFICINA, ESPERANÇA E TRABALHO
FELIZ REGRESSO MATERIAL DE CONSTRUÇÃO CURA
CAMINHOS PRESENÇA DE LAURINHO PALCO ILUMINADO
AULAS DA VIDA ESTAMOS NO ALÉM COMANDOS DO AMOR
AUGUSTO VIVE VENCERAM ROSEIRAL DE LUZ
VIAJORES DA LUZ NINGUÉM MORRE RELATOS DA VIDA
ELES VOLTARAM PACIÊNCIA ALVORADA DO REINO
RUMOS DA VIDA DIÁRIO DE BÊNÇÃOS PÁGINAS DE FÉ
FAMÍLIA ANTENAS DE LUZ GRATIDÃO E PAZ
INTERVALOS RECADOS DA VIDA ASSEMBLÉIA DE LUZ
ATENÇÃO MENSAGENS QUE CONFORTAM CORAÇÕES RENOVADOS
LINHA DUZENTOS MAIS PERTO CONSTRUÇÃO DO AMOR
PAZ E ALEGRIA CAMINHOS DO AMOR IRMÃOS UNIDOS
VIVENDO SEMPRE CORREIO DO ALÉM ESCOLA NO ALÉM
SEARA DE FÉ OS DOIS MAIORES AMORES INDULGÊNCIA
NASCER E RENASCER VIDA NOSSA VIDA FOTOS DA VIDA
QUEM SÃO PAZ CONFIA E SERVE
MAIS VIDA ENTENDER CONVERSANDO ACEITAÇÃO E VIDA
REENCONTROS TEMPO E AMOR DOUTRINA E APLICAÇÃO
FILHOS VOLTANDO QUANDO SE PRETENDE FALAR DA VIDA SERVIDORES NO ALÉM
AGÊNCIA DE NOTÍCIAS HUMORISMO NO ALÉM REFÚGIO
CRER E AGIR TOCANDO O BARCO HISTÓRIAS E ANOTAÇÕES
ABRIGO CONVIVÊNCIA FÉ, PAZ E AMOR
O ESSENCIAL SORRIR E PENSAR SEMEADOR EM TEMPOS NOVOS
APELOS CRISTÃOS CONFIA E SEGUE RAPIDINHO
RECONFORTO ALMA E VIDA PORTO DE ALEGRIA
PONTO DE ENCONTRO RETORNARAM CONTANDO SENTINELAS DA LUZ
APOSTILAS DA VIDA PRESENÇA DE LUZ PERANTE JESUS
CANAIS DA VIDA AGORA É O TEMPO PÉTALAS DA PRIMAVERA
JESUS EM NÓS HORAS DE LUZ DOUTRINA DE LUZ
ESTRELAS NO CHÃO HOJE A SEMENTE DE MOSTARDA
VOZES DA OUTRA MARGEM BRILHE VOSSA LUZ
ESTRADAS E DESTINOS BASTÃO DE ARRIMO ESCULTORES DE ALMAS
VISÃO NOVA NOVAMENTE EM CASA PLANTÃO DA PAZ
RESGATE E AMOR VIAJOR VIDA ALÉM DA VIDA
VITÓRIA LOJA DE ALEGRIA VIAJARAM MAIS CEDO
SEMENTES DE LUZ ESPERANÇA E VIDA JUNTOS VENCEREMOS
INTERCÂMBIO DO BEM ESPERA SERVINDO NÓS
TENDE BOM ÂNIMO NESTE INSTANTE FESTA DE PAZ
DOUTRINA E VIDA EDUCANDÁRIO DE LUZ DINHEIRO
ESPERANÇA E ALEGRIA TÃO FÁCIL PALAVRAS DA CORAGEM
FONTE DE PAZ AMOR E SAUDADE TEMAS DA VIDA
TREVO DE IDÉIAS CARAVANA DE AMOR MONTE ACIMA
HORA CERTA JÓIA BAZAR DA VIDA
AÇÃO E CAMINHO

Homenagens à Chico Xavier

  • Outubro de 2012: foi eleito como “O Maior Brasileiro de Todos os Tempos“ por um programa homólogo transmitido pela SBT; ganhou de nomes como Princesa Isabel, Santos Dumont, Ayrton Senna;
  • Cidadão Honorário em mais de 100 cidade brasileiras (o maior número desse título dado a uma só pessoa);
  • 2000: foi eleito “O Mineiro do Séc. XX“ pela Rede Globo de Minas, ganhando de Juscelino Kubitschek e Santos Dumont;
  • 2000: criação da “Comenda de Paz Chico Xavier“, promovida pelo governo mineiro à todas as instituições que trabalham pela paz;
  • 2009: criação da Lei nº 12.065, que dá o nome “Chico Xavier” ao trecho da rodovia BR 050, entre a divisa dos Estados de São Paulo e Minas Gerais e a divisa dos municípios de Uberaba com Uberlândia;
  • Abril de 2010: lançamento do filme biográfico “Chico Xavier“, que em um mês ultrapassara a marca de 3 milhões de espectadores;
  • Setembro de 2010: lançamento do filme “Nosso Lar“, baseado na obra homóloga do espírito André Luiz, psicografada por Chico Xavier
  • 2010: lançamento de selos, cartões postais e medalhas comemorativas comemorando o centenário do médium

Check Also

Candido-Portinari

Biografia de Portinari – Vida e Obra

Confira a biografia completa de Portinari, tudo sobre sua vida e a lista completa de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *